Olá pessoal, eu sou a Ilma e como colaboradora do blog vou estar sempre por aqui trazendo as tendências e dicas style hair,  hoje vim tratar de um assunto especial: corte de cabelo e a forte tendência Long Bob, que está sendo o mais pedidos nos salões de beleza do Brasil e exterior principalmente depois que estrelas nacionais e internacionais aderiram ao estilo.

O Long bob por ser um corte de cabelo reto,mais curto atrás com pontas mais longas na parte da frente, é o corte que facilmente combina com todos os formatos de rosto, podendo também ser cortado com pontas desfiadas, com franjas curtas, médias ou longas. A finalização ou produção deste  corte permite total liberdade de escolha entre o clássico liso ou escovado modelado,ou em ondas e desarrumadinhos vai depender do estilo que você queira causar no dia!

Isabela optou pelo corte long e está amando.

13235868_1090600377681109_314630966_n

 

Algumas das famosas que aderiram ao estilo long boby recentemente foram Juliana  Paes, Fernanda Lima e Jennifer Ainston.Vejam a seguir.

5316-juliana-doou-seu-cabelo-para-sua-685x0-1

bazar026Cabelo-Curto-com-Franja-6

Corte-de-cabelo-Jennifer-Aniston

 

 

E vocês gostaram desta proposta?

Um beijo e até a próxima!

Ah! para conhecer um pouco mais sobre o meu trabalhao sigam o instagram:@ilmapersonalhairstylist, atendo no salão da Marinete

Endereço: Avenida 20 de Agosto, 2201, Centro, Catalão-go. Tel:64 34413144

Isabela Duarte
IMG_1193

  Olá pessoal!!! Depois de um tempo resolvi voltar com tudo com o blog, e espero dar seguimento a esse espaço que para mim  é uma grande realização, espero que estejamos sempre juntos aqui, trocando idéias para que eu possa trazer cada vez mais conteúdos bacanas, dicas úteis e que de alguma forma vai ajudar quem acompanhar o blog.Então sejam bem vindos!

Resolvi dedicar uma seção aqui no blog a uma das minhas paixões: viagens, e quem não gosta não é mesmo?!! Com isso também espero ajudar com dicas de cada lugar, vou tentar resumir em tópicos pontos interessantes para ajudar em qualquer planejamento, afinal com ele você com certeza pode conhecer esse mundão  de forma fácil, acessível e descomplicada, o problema é que com a correria do dia a dia paramos pouco para planejar.

  Pensando nisso minha intenção aqui é facilitar no planejamento de quem está querendo viajar,  passar um pouco de experiência e também trocar informações com vocês a respeito do assunto, porque também é bem grande meu interesse em  conhecer e aprender mais e mais sobre esse universo.

 E o nosso primeiro destino é um lugar que eu nunquinha imaginava um dia ir, Bariloche, mais precisamente San Carlos de Bariloche.

Vou dividir em dois posts neste primeiro falarei sobre o lugar, clima, passeios e vestimentas. No segundo falarei sobre custos e meus restaurantes preferidos.

San Carlos de Bariloche

galeria-bariloche-lago-moreno-thinkstock-830x474

Fonte da ilustraçao: http://www.cvc.com.br

    Localizada junto a Cordilheira dos Andes na Argentina, faz fronteira com o Chile. Está rodeada por lagos como Nahuel Huapi, lago lindo para onde dá a vista de uma grande parte dos hotéis de  Bariloche, inclusive o hotel em que fiquei, falarei um pouco mais sobre ele já já, lago Gutiérrez , lago  Mascardi e por montanhas (Cerro Tronador, Cerro Lopez e Cerro Catedral, este último onde está localizada a mais procurada das estações de esqui de Bariloche).

Clima

   O clima de Bariloche é temperado, no inverno (Junho a Agosto)  as temperaturas caem abaixo de 0 e aumenta a quantidade de neve. Durante o verão no hemisfério sul, entre Dezembro e Março as temperaturas podem atingir os 20/28ºC e algumas vezes mais de 30ºC. Resumindo: o clima  e natureza de Bariloche já são por si só um convite ao turismo durante todo o ano e eu vou mostrar as opções de passeio que eu fiz na época que eu fui.

 Melhores épocas

   A época que fui a Bariloche era inverno, mas começo de inverno, foi começo de Junho de 2015, a temporada de esqui seria no fim de Junho, como não decidimos a um prazo hábil o suficiente para pagar um preço justo em hotel, passagem e passeios na época da temporada de esqui, optamos por ir esta data, que ainda não era temporada, porém já haveria neve, esquiar ficou na vontade porém nem por isso não valeu à pena.

Bariloche é sem dúvidas um daqueles locais versáteis para passear, então por todo ano é hora de viajar, vai depender mesmo de qual seu objetivo,  curtir o friozinho, ver neve (que foi o meu caso), esquiar ou curtir passeios e esportes durante estações mais quentes.

11429932_885169614890854_3102605577845023107_n Foto tirada no jardim do Hotel Design Suite em Bariloche!O primeiro dia que vimos a neve cair, uma emoção sem tamanho!

Tivemos sorte de ver neve nas montanhas e ainda vê-la caindo no hotel e no centro da cidade, fenômeno raro de acontecer no começo de Junho, segundo moradores de lá, ver caindo aqueles flocos foi uma das sensações mais inesquecíveis que já tive, lindo de viver! Só aí já valeu a pena a viagem, pois no meu caso nunca havia visto neve caindo do céu.

 

Passeios

Acertamos todos os nossos passeios lá em Bariloche mesmo, na agência Bariloche Select Travel, cujos os proprietários Sabrina, uma fofa de pessoa, brasileira e seu marido, que é argentino, nos atenderam super bem, a agência fica no endereço: Rua Villegas 237 Centro, eles têm um site, onde vocês podem pesquisar todos os passeios disponíveis para cada época do ano e outras dicas valiosas sobre Bariloche, o endereço do site: http://www.barilocheparabrasileiros.com. O interessante é você pesquisar os passeios pelo site antes da viagem que têm mais a vê com você, até para você se organizar em termos de estimativa de gastos e quais vestimentas levar na mala (das quais vou falar já já). Selecionamos estes passeios das opções que haviam para primeira semana de Junho em Bariloche: Isla Victoria

A excursão para a Ilha Victoria é feita em barcos e catamarãs no lago Nahuel Huapi, mas primeiro pegamos um traslado de van da empresa do nosso hotel até Porto Panuelo (que fica a 25,5 Km do centro e está ao lado do importante Hotel Llao Lalo) mas você pode ir de ônibus comum (número 20) até o porto.

Do porto partimos de catamarã com destino a Isla Victoria, o trajeto até lá é lindo, e você pode tirar fotos com as gaivotas de pertinho na parte de fora do catamarã, eles vem até a nossa mão buscar bolachas, e você pode tirar uma foto.

A primeira parada, já na Ilha, é no Bosque de Arrayanes,  dizem que este bosque e uma famosa casinha que existe por lá, onde morava um pioneiro e hoje é uma confeitaria,  serviram de inspiração para o cenário de Bambi (um clássico da Disney), mas não há nada comprovado quanto a isso, apenas especulações, fato é que verdade ou não, me senti fazendo parte de um cenário de filme americano, daqueles que têm aqueles bosques com pinheiros enormes haha!

A árvore do Arrayán é uma das mais lindas dos bosques de Bariloche, o tronco tem uma cor canela diferenciada, suas folhinhas verdes e florzinhas brancas  lembram muito as nossas jabuticabeiras , o que de fato faz sentido já que são espécies parentes.Por dentro do Bosque tem uma trilha toda de madeira, acessível, porém deixo minha observação, levei dois tombos bem bonitos kkk, pois minha bota tinha o solado escorregadio e as madeiras estavam molhadas neste dia o que propiciou o desastre, portanto meu povo sapatos adequados.

IMG_1219  Eu e minha amiga Dri fazendo altos books, no bosque de Arrayanes  bosque-arrayanes

 Fonte da ilustração: www.barilocheparabrasileiros.com

11393109_887434434664372_2676342941387941843_n-2

No catamarã, indo para a ilha, cruzando o Lago Nahuel Huapi, cada cena lindaaaa!

13059561_1069053649835782_1461731564_n

A foto clássica do passeio!tem fotógrafo pra tirar, mas se quiser não precisa, pode tirar do seu próprio equipamento.

Roca Negra/Cerro Lopez

Este passeio começou também com a van nos buscando no hotel, depois ao chegar à base do Cerro Lopez tomamos Jeeps 4×4 e subimos “cerro” acima, prepare-se para sacolejar e para curvas sinuosas, que desta montanha foram sem dúvidas as campeãs haha.

O destino é uma simpática cabana com uma vista maravilhosa dos lagos e montanhas, a 1220 metros de altura, ao descermos dos Jeeps o guia nos orienta como colocarmos raquetas, uma espécie de prancha para andar com mais facilidade na neve, e assim começa a caminhada de aproximadamente 1h, no percurso guiado temos a oportunidade de saber informações importantes sobre o local e contemplar mirantes liiiindos.

Quando voltamos da caminhada é hora da degustação de um delicioso fundi (estava bem bom mesmo) na cabaninha que mencionei acima. IMG_1293   IMG_1288 IMG_1260 13023260_1069054023169078_1867958087_n

Este é o foundie incluso no passeio, acontece em uma simpática cabana e é muito delicioso, depois de uma caminhada na neve, nada mal repor as energias assim!

    Cerro Catedral   Esta montanha talvez seja um dos mais importantes pontos turísticos de Bariloche, afinal é onde está a estação de esqui da cidade, é um lugar encantador, conta com cerca de 53 pistas de diversos níveis de dificuldade e a altitude máxima de 2180 metros. Destas 53 pistas, apenas 4 caminhos e 6 pistas próximas à base, são para iniciantes (em épocas de pouca neve, essas pistas podem ser prejudicadas). O Cerro também possui 38 diferentes meios de elevação abertos e fechados, tanto para esquiadores quanto para pedestres. Infelizmente como já havia ditto, não fomos na temporada de esqui, e nenhuma das outras atividades como esquibunda, snowboard, etc, estavam funcionando, de qualquer modo  foi encantador para mim que conhecia a estação pela primeira vez, o passeio, com a mesma agência que mencionei, começou com o traslado de Van, eles nos pegaram quase meio dia e percorreram 19 km até a base do Cerro Catedral.   Base do Cerro Catedral: abase do Cerro Catedral é um sonho, muito organizada, conta com várias lojas, restaurantes típicos, fast foods shopping, escolas de esqui e snowboard, lojas de aluguel de roupas e equipamentos, amplo estacionamento e até creche para os pequeninos (todos estes estabelecimentos, exceto dois restaurantes, estavam fechados e seriam abertos, assim que desse início a temporada de inverno, que seria dali a 2 semanas, confesso que fiquei com uma vontade danada de esticar a viagem só para ver tudo aquilo ali funcionando srsr). Ao chegarmos nesta base, fomos ao único elevador que funcionava no momento para subir e contemplar lá de cima a vista, mas neste dia tivemos o inconveniente da fila gigantesca, e já é uma dica que eu dou, não aceite fazer este passeio depois do meio dia, o mais tranquilo é pegar o transporte no começo da manhã, o que evita a espera nas filas dos elevadores. Para se ter uma idéia ficamos tanto tempo na fila que desistimos de subir, e resolvemos voltar outro dia, reclamamos com a agência, que prontamente arrumou uma outra van para nos levar em outro dia, isso foi o que eu achei mais bacana da atitude deles, não nos deixaram na mão em momento algum. Lembrando que o traslado até a base do Cerro Catedral pode ser feito de taxi remix (um tipo de taxi com preço fechado) ou  transporte público (ônibus da linha 50 e 51). E ainda bem que voltamos ao cerro catedral mais uma vez, linda a vista lá de cima, tivemos a oportunidade de fazer um trajeto da montanha por teleférico (hora de adrenalina, devido aos fortes ventos que batem sob os teleféricos), ao chegarmos ao topo fomos a um restaurante tomar um delicioso chocolate quente , uma delícia o clima, a vista e turma animada como sempre!!

11424455_885169458224203_3498710892493301104_nFoto tirada na base do Cerro Catedral

11401374_885169394890876_719374524789862199_nDepois de pegar o funicular paramos em um simpático café, e lá de cima é ainda mais lindo o Cerro Catedral, sem contar que brincamos muito com a neve! 

Cerro Otto

Montanha bem próxima a Bariloche, fica  a 5 Km da cidade, vale a pena pegar transporte público par ir até ele, e você pode pegar na rua Miltre e Quaglia são opções gratuitas, para a época que fomos, tivemos a oportunidade de ter contato com neve, brincar em um pequeno esquibunda e fomos ao restaurante giratório.

Cerro Otto fica aberto todos os dias do ano. E há atividades para todas as estações do ano. Esportes e jogos com neve no inverno e parte do outono, passeios e caminhadas em primavera e verão.A subida para ao cerro Otto de teleférico e funicular é uma experiência única.

Na cafeteria giratória pode tomar um café ou chocolate quente enquanto desfruta de uma vista panorâmica de 360 °.

10610759_885169568224192_5480199407941015742_nE não poderia deixar de registrar  a felicidade das crianças Adriana, Danilo, Victor e eu com o boneco de neve! No cerro Otto

Centro Cívico

Onde você pode ter acesso a um pouco mais sobre a história de Bariloche, pois é onde fica localizado o principal museu da cidade. Na rua Miltre e nas próximas a ela você pode curtir as mais variadas casas de café e se esbaldar nos chocolates, também tem muita lojinha com roupas e acessórios de inverno para os mais variados gostos e bolsos, mas o que eu mais gostei sem dúvidas foram os restaurantes, dos quais falo a seguir.

Restaurante Restaurante Weiss galeria-8 O restaurante tem vista para o Lago Nahuel Huapi é bem tradicional em Bariloche, com as mais variadas opções no cardápio de comidas típicas, como fundi, carnes de cordeiro, cervo etc, sopas, caldos e petiscos de dar água na boca.

Nós escolhemos o fundi de carne, uma tábua de frios para acompanhar o vinho e  Lomo, foi mais um dos momentos da viagem que rimos a beça, essa turma é 10, viajar em boas cias não tem preço mesmo, fomos com um casal de amigos (a Adriana e o Danilo) e lá tivemos a honra de conhecer outro casal de amigos: Alysson e Erica, um casal de amigos arretados, vindos diretamente de Recife, fomos em muitos outros passeios e restaurantes e foi uma farra só.

Endereço: Valte O’connor 401

13022189_1066738966733917_1267414088_n

Restaurante Tratoria

Uma autêntica casa de massas localizada na Rua Espana 590, oferece um cardápio variado de massas e vinhos, pedi uma macarrão com frutos do mar que estava divino, atendimento também muito bom e preço justo.

Endereço: España 590, 8400 San Carlos de Bariloche, Río Negro

Restaurante El Boliche do Alberto

O restaurante El Boliche do Alberto é um típico restaurante de churrasco Argentino, com carnes bovinas dos mais variados cortes, acompanhado de batatas fritas e salada ou outras opções a escolher, mas não espere pelo nosso tradicional arroz e feijão rsrs

A entrada é também muito saborosa, Chimichue *uma espécie de antepasto típico de lá feito a base de ervas. temperos, e azeite, acompanhados com pães, mas eu também coloquei no churrasco e ficou muito bom, eu recomendo.No restaurante eles presenteiam os clientes com a receita do Chimichue:

13020234_1066763203398160_2065649922_n

  13023706_1066738910067256_485293817_n

Oh a felicidade da tchurma depois de uma degustação generosa de um bom churrasco Argentino!

O preço achei justo, pela qualidade do restaurante e comida, 205 pesos por duas postas grandes de chorizo (um filet grosso e muito macio), batas fritas e salada, além da entrada como cortesia, acabei dividindo com o marido, mas você pode pedir meia porção.

Esse dos meus três restaurantes indicados, eu colocaria em primeiro lugar, com toda certeza, ganhou em todos os quesitos, atendimento, ambiente e preço.

Endereço: Villegas 347, San Carlos de Bariloche, Argentina 431433

Isabela Duarte

Recentemente fiz um ensaio fotográfico dos acessórios Fernanda Lopes (insta:@fernandalopes_acessorios) e fiquei apaixonada em tuuudo!

Resolvi fazer uma seleção para mostrar  os meus prefeiridos e também aqueles que acredito serem peças chaves nos looks!!!

 Estes brincos (da foto abaixo) eu amei, porque enriquece um look de pouco ou nehum brilho, alonga o rosto e também podem ser usados com um look festa, dependo do vestido!

1

Os colares podem ser “A peça” chave do look, dispensando até mesmo outros acessórios!

 Nas fotos abaixo, trouxe duas tendências, boho e a clássica/romântica.

 Os colares no estilo  boho  estão em alta e acredito que permanecerá por mais alguns ciclos da moda, sem contar que  é mesmo lindo com um jeans ou look mais descontraído.

2

Peças clássico/românticas , como os colares da foto abaixo, podem ser utilizadas como peças pertencentes à própria roupa, enriquecendo bastante o look, podem ser usadas de baixo de uma gola de vestido ou camisa, por exemplo.

Sem contar as cores,  que  combinam com muitas peças de qualquer closet, para quem ainda não tem muitos acessórios ou costuma investir pouco nisto, vale  optar por cores assim!

Confira:

4

Espero que tenham gostado, bjo bjo e até a próxima!

Isabela Duarte

Dia de falar sobre este queridinho que estou amandooo: o batom Líquido Daillus Pro Matte cor Marsala, de tom terroso e com pigmentação roxa e rosada na compoisição o resultado final foi um lindo de viver, que compõe muitas makes, é a cor deste inverno e deve continuar para o verão, sem dúvidas.

A textura é aquela que todo mundo já conhece: seca, você ama ou odeia, mas é questão de costume e saber os truques para passar e não craquelar, a boca tem que estar hidratada e sem resquícios de “pelinha morta”, quando passar o batom esfregar um lábio no outro apenas até ele secar na boca, depois que secou nada disso, seguindo esses passos não tem erro!

Gostei dele porque como o soutros batons da mesma linha e marca transfere nada ou quase nada  (passa para copo, guardanapo etc muito pouco) garantindo uma durabilidade muitooo maior!

E vocês o que andam achando desta tendência?Me contem!

Confiram as fotos que fiz dele

2bd520_4f117412e19340978d9f1b7d739fa6fd.jpg_srb_p_679_679_75_22_0.50_1.20_0.00_jpg_srb

Isabela Duarte